EUA bombardeiam escritório de xiita radical em Bagdá

Um avião americano destruiu um dos dois escritórios em Bagdá do clérigo radical Muqtada al-Sadr, inspirador de uma revolta xiita que atinge o sul do Iraque. Seguidores de Al-Sadr disseram que duas pessoas foram mortas e seis, feridas. O general Jeffrey Hammond confirmou o bombardeio. O xeque Abdul-Hadi al-Darraji, um porta-voz de Al-Sadr, disse que ataque ocorreu por volta da meia-noite de domingo. No mesmo horário, tropas americanas abriram fogo a partir de ruas próximas, destruindo um carro e uma casa, segundo o xeque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.