EUA bombardeiam presídio afegão

Forças da Aliança do Norte e ataques aéreos norte-americanos sufocaram neste domingo uma rebelião de prisioneiros pró-Taleban feitos pela Aliança do Norte, disseram o porta-voz dos Estados Unidos e da aliança. De acordo com membros da aliança, centenas de combatentes estrangeiros morreram. Yahsaw, um porta-voz do comandante Mohammed Mohaqik, da Aliança do Norte, disse que os combatentes estrangeiros - compostos em sua maioria por paquistaneses, chechenos e árabes - rebelaram-se na prisão onde eram mantidos, 15 quilômetros a oeste da cidade nortista de Mazar-i-Sharif. Os prisioneiros - acredita-se que muitos deles sejam leais a Osama bin Laden - quebraram as portas, tentaram escapar e entraram em choque com os guardas da fortaleza de Qalai Janghi, disse Yahsaw. "Quase todos eles estão mortos. Poucos ficaram presos", disse Zaher Wahadat, outro porta-voz da aliança. Um porta-voz do Pentágono confirmou que ataques aéreos norte-americanos "ajudaram os guardas do presídio na retomada do controle do presídio".Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.