EUA: BP controla novo vazamento e pode iniciar teste

A British Petroleum (BP) conseguiu consertar hoje um vazamento em um duto de petróleo conectado ao sistema de prevenção de ruptura que a companhia mantém no Golfo do México, informou o almirante reformado da Guarda Costeira Thad Allen, o encarregado de comandar a resposta federal dos Estados Unidos ao problema. Com isso, a companhia britânica pode recomeçar os testes de pressão para saber se poderá conter o vazamento de petróleo no poço danificado. Porém, nem Allen nem a BP indicaram a hora precisa para o início da análise. O teste pode demorar até 48 horas e, se tudo correr bem, a válvula poderia por fim fechar o poço - que vaza desde abril -, disse Allen.

AE, Agência Estado

15 de julho de 2010 | 13h47

Se nas três primeiras horas o teste mostrar que o poço tem uma baixa pressão, o teste pode ser cancelado e a BP teria que colocar em funcionamento um sistema de quatro diferentes linhas para levar o petróleo e o gás natural para quatro diferentes embarcações, explicou Allen. Se a pressão for muito baixa, é um sinal de que o poço está danificado e o petróleo vaza em outro lugar.

Caso a válvula supere o período de 48 horas do teste, as equipes devem então realizar testes sísmicos para checar a condição do poço antes de decidir se a válvula pode fechá-lo, explicou o almirante.

A BP havia adiado pela segunda vez o teste de pressão que precisa realizar para saber se poderá conter o vazamento de petróleo no poço danificado no Golfo do México. A companhia havia detectado um vazamento em uma linha de obstrução conectada ao sistema de prevenção de ruptura usado na operação. Um sistema de prevenção de ruptura consiste em um grande dispositivo com uma série de válvulas localizadas na parte de cima de um poço para que possa ser fechado por razões de segurança durante a exploração de petróleo.

O sistema de prevenção usado no poço danificado da BP contém elementos de três tipos de válvulas, duas das quais são capazes de fechar dutos de vários diâmetros enquanto a terceira fecha o próprio poço. A peça foi colocada sobre o poço na semana passada e pode determinar, dependendo dos testes, se a BP fechará totalmente o poço ou se poderá aumentar a quantidade de petróleo coletado. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleoBPvazamentotesteEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.