EUA, Canadá e México discutirão segurança nas fronteiras

A secretária de Estado norte-americana Condoleezza Rice, assim como outros funcionários de governo dos EUA, vão se reunir em Ottawa nesta sexta-feira com seus colegas do Canadá e México para discutir temas relacionados a segurança nas fronteiras comuns entre os países.Na reunião, também serão abordados o comércio na América do Norte e as medidas para enfrentar uma possível epidemia de gripe aviária.O secretário americano de Segurança Interior, Michael Chertoff, e o secretário de Comércio, Carlos Gutiérrez, acompanharão Rice em sua viagem ao Canadá.Os encontros em Ottawa fazem parte da Sociedade para a Segurança e Prosperidade, estratégia elaborada por Canadá, EUA e México há dois anos para melhorar a competitividade coletiva do continente e a segurança pública."Estamos trabalhando em uma iniciativa trilateral em torno da energia, em uma atitude coordenada da América do Norte em relação a gripe aviária e a uma possível pandemia (caso o vírus da gripe aviária sofra uma mutação e seja transmitido entre humanos), assim como para melhorar a segurança das fronteiras", disse na quinta-feira Tom Shannon, subsecretário americano para Assuntos do Hemisfério Ocidental.O ministro de Assuntos Exteriores do Canadá, Peter MacKay, se reunirá com Rice para falar sobre a situação do cidadão canadense Maher Arar, que foi torturado na Síria depois de ser deportado a este país por autoridades americanas. Ele foi detido em 2002 no aeroporto de Nova York durante uma escala rumo ao Canadá e foi deportado para Damasco, onde foi torturado e preso por quase um ano.Pese que foi declarado inocente das acusações no Canadá através de uma investigação pública, permanece na lista de pessoas suspeitas do Estados Unidos.MacKay também conversará com a chanceler mexicana, PatriciaEspinosa, sobre os casos de canadenses assassinados no México.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.