EUA cancelam vôo da Aeromexico na noite de réveillon

Autoridades norte-americanas pediram o cancelamento do vôo de número 490 da companhia aérea mexicana Aeromexico, que seguiria em direção ao aeroporto internacional de Los Angeles na noite de réveillon. De acordo com uma reportagem divulgada pelo jornal Los Angeles Times, autoridades temiam que o avião tivesse sido seqüestrado pela al-Qaida para um novo atentado terrorista ao país.Citando fontes do próprio governo, o jornal afirmou que a decisão foi tomada com base nas mesmas suspeitas que resultaram no cancelamento de seis vôos da francesa Air France na noite de Natal. Segundo as fontes, a lista de passageiros de um desses aviões conteria nomes parecidos com os de alguns militantes islâmicos suspeitos de envolvimento em atividades terroristas. Na noite de terça-feira, um outro avião da Air France foi escoltado por dois jatos da Força Aérea norte-americana, de acordo com a reportagem. Esta é a primeira vez que o governo recorre a aeronaves militares para escoltar aviões comerciais desde pouco após os atentados terroristas de 11 de setembro de 2001. As fontes citadas pelo Los Angeles Times acrescentaram que, no caso da Aeromexico, não havia motivos para levantar suspeitas contra os passageiros. O vôo 490 deveria deixar a Cidade do México às 17h05 do dia 31 e chegaria a Los Angeles às 21h.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.