EUA capturam 34 suspeitos no norte do Iraque

Uma batida dos EUA numa vila do norte do Iraque levou à captura de 34 pessoas e à apreensão de dezenas de armas, informam os militares americanos. Os moradores acusaram os soldados de brutalidade.Informes iniciais dão conta de que os americanos estavam à caça de Izzat Ibrahim al-Douri, um importante aliado de Saddam Hussein e que é tido como autor intelectual de muitas das ações recentes da resistência. Os EUA, que já ofereceram um prêmio de US$ 10 milhões por Al-Douri, suspeitam que ele esteja trabalhando com a Ansar al-Islam, tida como o braço iraquiano da Al-Qaeda.Os militares disseram ter detido 34 pessoas, confiscado 70 armas de baixo calibre e seis lançadores de granadas propelidas por foguete. Muitos dos moradores da vila de Hawija acusaram os americanos de abrir fogo a esmo. Alaa Hosein, um fazendeiro entrevistado no hospital de Kirkuk, disse que estava voltando da plantação quando os soldados começaram a atirar. Hosein foi atingido na perna e o primo que o acompanhava sofreu uma ferida grave na cabeça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.