EUA capturam assessor de Sadr por morte de soldados

Forças norte-americanas capturaram um importante assessor do clérigo xiita Moqtada al-Sadr devido ao seqüestro e assassinato de cinco soldados dos EUA na cidade iraquiana de Kerbala, em janeiro, disse o Exército norte-americano na quinta-feira, 22. "Nos últimos dias, forças de coalizão em Basra e Hilla capturaram Qais Khazaali, o irmão dele Laith Khazaali e vários outros membros da rede de Khazaali, uma organização diretamente ligada ao seqüestro e assassinato em janeiro de cinco soldados americanos em Kerbala", disse o Exército em comunicado. Qais Khazaali é um ex-porta-voz de Sadr e agora importante assessor do clérigo.Quatro soldados do Exército americano foram seqüestrados de um complexo do governo iraquiano durante um aparente assalto de militantes que se fizeram passar por forças da coalizão.O Exército afirmou que três dos quatro homens foram encontrados mortos pela Polícia iraquiana e que outro morreu a caminho do hospital.No total, cinco soldados morreram em uma ação que os militares descreveram como "um ataque sofisticado e bem ensaiado".Os insurgentes falavam inglês, usavam uniformes semelhantes aos do Exército americano, e levavam armas parecidas com às usadas pelos soldados americanos. Isso permitiu que os seqüestradores pudessem atravessar postos de comando dos EUA.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.