EUA capturam guarda-costas de Saddam e ex-dirigente do Baath

Soldados dos EUA capturaram um dos ex-guarda-costas de Saddam Hussein e um general iraquiano que foi chefe do ex-governante Partido Baath em uma série de operações de busca nos arredores de Tikrit, a cidade natal do ex-ditador, informou nesta terça-feira o comando militar americano. Um total de 14 homens foram detidos numa operação de três horas de duração em um subúrbio ao sul de Tikrit. Todos os homens eram membros da mesma família, que apoiava o regime de Saddam, disse o tenente-coronel Steve Russell, comandante do 1º Batalhão do 22º Regimento de Infantaria da Marinha. Ele não identificou os detidos nem deu mais detalhes sobre a operação. ?Nosso alvo é uma família específica - uma das quatro famílias que controlam as demais que controlavam o antigo regime?, acrescentou. Cerca de 250 soldados cercaram e buscaram 20 homens, apreendendo também um cofre, fotografias e computadores que devem ser objeto de investigação. A Marinha vinha vigiando essa família há semanas, após evidências obtidas pelo serviço de inteligência indicarem que os familiares estavam envolvidos nos recentes ataques a soldados americanos em Tikrit, disse Russell. Decidiram agir só hoje, explicou, quando acharam que poderiam capturar o maior número de pessoas. Durante seu governo, Saddam tinha seu poder baseado em quatro famílias que o apoiavam e às quais dava apoio financeiro, prestígio e terras, acrescentou o tenente-coronel. Tikrit é um dos principais objetivos das buscas por Saddam, o qual, segundo os militares, deve encontrar-se nas imediações, mudando de local a cada três ou quatro horas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.