EUA capturam suspeitos no Iraque

Soldados dos EUA capturaram sete homens - dois deles suspeitos de serem leais a Saddam Hussein e cinco que teriam participado de ataques contra as tropas americanas -durante uma série de buscas por milicianos do Fedayin em Tikrit, cidade natal de Saddam, disse o exército dos EUA nesta segunda-feira. Na sede das Nações Unidas em Bagdá, destruída em um atentado na semana passada, equipes de resgate retiraram outros sete cadáveres por entre os escombros. Ignora-se de início se os cadáveres estavam relacionados na lista de 20 mortos preparada pela ONU. Uma investigação independente feita pela Associated Press em hospitais das proximidades após o atentado da última terça-feira indica que a cifra de mortos é de 23. Além das operações em Tikrit, forças americanas que também deram buscas ao sul de Bagdá encontraram um grande depósito de armas, incluindo 400 caixaas com projéteis de canhões antiaéreos, disseram oficiais americanos. Nenhum soldado americano foi ferido durante as operações em Tikrit, disseram os oficiais.O exército disse suspeitar que os capturados, junto com outros elementos ainda foragidos, estavam organizando células regionais da milícia Fedayin criada durante o regime de Saddam e que se acredita que esteja liderando uma guerra de guerrilhas contra as forças de ocupação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.