EUA concluem investigação sobre massacre de Haditha

O Exército dos EUA confirmou nesta sexta-feira que concluiu sua investigação inicial sobre o suposto envolvimento de marines americanos no massacre de 24 civis, em novembro, na cidade iraquiana de Haditha.Fontes do Pentágono confirmaram que os resultados dessa primeira investigação, ainda não revelados, foram enviados ao general Peter Chiarelli, o número dois da força multinacional no Iraque.As investigações, acrescentaram as fontes, focaram-se exclusivamente em esclarecer se os marines seguiram as regras e informaram corretamente do ocorrido a seus superiores, ou se tentaram ocultar informações e encobrir o suposta massacre.O general Chiarelli será o encarregado de analisar as conclusões e decidir se estas são válidas ou se é necessário continuar com as investigações.O Pentágono mantém outra investigação em andamento, com o objetivo de esclarecer exatamente como ocorreram os fatos e em determinar se deve ou não apresentar acusações criminais contra os supostos implicados.A chacina de Haditha, uma cidade situada a 200 quilômetros ao norte de Bagdá, ocorreu em 19 de novembro de 2005 e terminou com a morte de 24 civis (entre eles mulheres e crianças), depois que uma patrulha de marines sofreu uma emboscada na qual um militar americano perdeu a vida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.