EUA condenam 5 por complô para destruir Sears Towers

Um júri federal de Miami condenou cinco homens por fazer um complô e unir forças com a Al-Qaeda para destruir as Sears Towers, localizadas em Chicago, e atacar com bombas os escritórios do FBI (Federal Bureau of Investigation), com o objetivo de dar início a uma insurreição contra o governo. Um sexto homem foi inocentado. O veredicto foi anunciado hoje, depois de seis dias de deliberações do terceiro julgamento do caso chamado "Liberty City Six". Os dois primeiros julgamentos foram anulados, pois os jurados não conseguiram concordar sobre a culpa ou inocência dos acusados. Um sétimo homem foi inocentado no primeiro julgamento.

AE-AP, Agencia Estado

12 de maio de 2009 | 16h19

Os homens foram detidos em junho de 2006 sob acusação de conspiração para o terrorismo. Eles negociaram com um informante do FBI que pensavam ser da Al-Qaeda. Os advogados de defesa disseram que as conversações gravadas em dezenas de fitas do FBI não eram sérias e os homens queriam apenas dinheiro.

Tudo o que sabemos sobre:
terrorismoEUAAl-Qaeda

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.