EUA confirmam 40 casos de gripe suína em 5 Estados

O Centro para Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos confirmou 40 casos de gripe suína em cinco Estados do país: Nova York, Califórnia, Texas, Ohio e Kansas. Richard Besser, diretor em exercício do CDC, disse que o tipo de gripe suína que tem sido registrado nos EUA é mais moderado que no México, onde os primeiros casos foram registrados. Apenas uma pessoa foi hospitalizada até agora. O CDC irá emitir ainda hoje um alerta recomendando que os norte-americanos evitem viagens que não sejam essenciais ao México, onde 149 pessoas morreram com suspeita da doença, de um total de 1.995 casos, de acordo com o Ministério da Saúde local.

ANA CONCEIÇÃO, Agencia Estado

27 de abril de 2009 | 15h03

De acordo com o CDC, o tipo de gripe suína registrado nos EUA é comum em porcos, mas ainda não tinha sido identificado em seres humanos. Autoridades sanitárias temem que uma pandemia (epidemia generalizada) possa ser desencadeada por um novo tipo de vírus contra o qual as pessoas têm pouca ou nenhuma imunidade. Os sintomas da gripe suína são similares a aqueles da gripe comum, como febre, tosse, dor de garganta, dores no corpo e de cabeça e fadiga.

No domingo, os EUA declararam emergência na saúde pública, o que permite que o governo libere milhões de doses de antivirais como o Tamiflu, do laboratório Roche, e do Relenza, da GlaxoSmithKline. O governo norte-americano tem cerca de 50 milhões de doses de antivirais em estoque. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAgripe suína

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.