EUA confirmam ameaça de terror mas mantêm alerta amarelo

O secretário de Segurança Interna dos Estados Unidos, Tom Ridge, confirmou que informações recebidas por agências do governo indicam um plano terrorista para um novo ataque em solo americano, durante algum evento de destaque, como as convenções partidárias para a eleição presidencial ou a cúpula do G-8.Falando nos noticiários matutinos TV americana, Ridge disse que não há planos para elevar o estado nacional de alerta contra o terror, atualmente no terceiro nível de cinco possíveis, o amarelo. ?Não há consenso na administração de que devamos elevar o nível de ameaça ... Neste momento não há necessidade de pôr o país inteiro num alerta nacional elevado?.Para as 15h00 de hoje (horário de Brasília) está prevista uma entrevista coletiva conjunta do ministro da Justiça, John Ashcroft, e do diretor do FBI, Robert Mueller, sobre o tema. Espera-se que Ashcroft e Mueller divulguem fotos de diversos supostos agentes da Al-Qaeda que o FBI caça a meses. Entre eles estão Adnan G. El Shukrijumah, um saudita que vivia na Flórida, e Aafia Siddiqui, uma paquistanesa que estudava no MIT.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.