EUA confirmam morte de americana em ataque no Iêmen

O Departamento de Estado dos Estados Unidos confirmou hoje que uma jovem americana e seu marido iemenita morreram no atentado de ontem contra a representação diplomática do país em Sanaa. O ataque deixou 16 mortos, incluídos seis supostos extremistas. Trata-se do mais mortífero atentado contra uma embaixada americana em uma década.Um porta-voz da chancelaria americana confirmou as suspeitas de familiares de Susan Elbaneh de que ela seria uma das vítimas do atentado. Susan, de 18 anos, casou-se recentemente no Iêmen. No momento do ataque, ela estava diante da embaixada americana, acompanhada do marido, à espera de documentação, informou o irmão dela.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.