EUA consideram enviar fuzileiros para o Haiti

Os EUA estudam enviar três navios com 2.200 fuzileiros navais (marines) para as proximidades da costa do Haiti como "medida de precaução", segundo fontes do Pentágono. As fontes acrescentam que a orientação para deixar as naves de prontidão partiu da Casa Branca, mas as tropas ainda não tinham recebido ordem de partir.Rebeldes que exigem a saída de Aristide do poder já controlam a maior parte do país e estão às portas da capital haitiana, Porto Príncipe, onde milícias pró-governo ergueram barricadas e prometem resistir. Entrincheirado no palácio de governo, Aristide tem resistido à pressão internacional e reiterado que só deixará o poder em 2006, quando termina seu mandato.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.