EUA contestam ONU sobre morte de civis afegãos

Uma investigação do Exército dos Estados Unidos contesta a versão da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre um incidente ocorrido em 22 de agosto em Azizabad, no Afeganistão. Segundo a ONU e autoridades afegãs, dezenas de civis teriam morrido no episódio. A investigação americana concluiu que sete dos mortos seriam civis.O resultado do inquérito americano diverge em muito das investigações de uma comissão governamental afegã, sustentada por um relatório preliminar da ONU. Segundo o documento divulgado hoje pelo comando militar americano em Cabul, sete civis morreram, assim como entre 30 e 35 supostos integrantes da milícia fundamentalista islâmica Taleban.As mortes de civis em ataques promovidos por forças dos EUA e da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) no Afeganistão tem causado atrito entre o governo do presidente Hamid Karzai e as potências ocidentais que o apóiam.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.