AFP PHOTO / SAUL LOEB
AFP PHOTO / SAUL LOEB

EUA cortam parte da ajuda financeira enviada aos palestinos

Segundo o governo americano, US$ 65 milhões da ajuda prevista serão retidos e outros US$ 60 milhões serão enviados à entidade até que uma revisão da verba seja concluída

O Estado de S.Paulo

16 Janeiro 2018 | 17h38

O governo dos Estados Unidos cortou nesta terça-feira, 16,  aproximadamente pela metade o envio de ajuda financeira à Autoridade Palestina por meio da agência da ONU que cuida de refuigiados (Acnur).  

+ Trump encorajou racistas nos EUA, diz LeBron James

Segundo o governo americano, US$ 65 milhões da ajuda prevista serão retidos e outros US$ 60 milhões serão enviados à entidade até que uma revisão da verba seja concluída.

No começo do ano, o presidente Donald Trump ameaçou cortar o envio de ajuda aos palestinos depois de a Autoridade Palestina condenar o reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel anunciado por Trump. 

O presidente da AP, Mahmoud Abbas, disse em dezembro que não reconheceria mais os Estados Unidos como intermediários no processo de paz. Trump reagiu dizendo que os palestinosa não mostravam respeito ou agradecimento pelas “centenas de milhões de dólares” em ajuda. / AP e AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.