EUA crêem ter cortado comunicação de Saddam com tropa

Os serviços de inteligência dos Estados Unidos captaram sinais de que a liderança iraquiana deve estar incapacitada ou sem canais de comunicação com os comandantes militares de campo, que falharam em responder, de forma organizada, ao ataque da manhã de quinta-feira contra o suposto esconderijo de Saddam Hussein. Autoridades americanas, que falaram à Associated Press, sob a condição de que seus nomes não fossem citados, disseram que ainda é cedo para determinar se Saddam ou seus filhos foram atingidos no ataque, mas de que era crescente o otimismo, no sentido de que o bombardeio teria deixado a liderança iraquiana desarticulada.Os primeiros informes sugerem que os líderes do Iraque não foram capazes de coordenar uma resposta ao ataque americano. Autoridades dos EUA têm a esperança de que isso signifique que o regime caiu no caos, ou sem contato com as Forças Armadas. No Pentágono, o secretário de Defesa Donald Rumsfelf disse que os militares tinham boas razões para acreditar que líderes iraquianos estavam no local dos bombardeios. Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.