EUA criam lei para barrar embaixador iraniano

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, assinou lei que deverá impedir a entrada do embaixador iraniano para as Nações Unidas, Hamid Aboutalebi, recentemente escolhido, de entrar no país. A legislação impede a entrada nos Estados Unidos de qualquer pessoa que tenha se envolvido em espionagem ou terrorismo e que ainda represente ameaça à segurança dos Estados Unidos.

Agência Estado

18 de abril de 2014 | 18h37

Hamid Aboutalebi tem relação com a tomada da embaixada norte-americana em 1979 em Teerã. Obama diz partilhar das preocupações do judiciário de que terroristas podem usar dos direitos diplomáticos para entrar nos Estados Unidos. O presidente ponderou, no entanto, que tratará a legislação como um consultivo, sem a preocupação de que interfira em seu critério para recepção de embaixadores.

A Casa Branca disse que Aboutalebi foi uma escolha inaceitável. A administração norte-americana recusou-se a conceder-lhe visto de entrada nos Estados Unidos.

Tudo o que sabemos sobre:
Estados Unidosirãdiplomacia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.