EUA criticam Israel por ataque a líder do Hamas

O governo dos Estados Unidos criticou duramente Israel por ter lançado um míssil contra o líder do Hamas, Abdel Aziz Rantisi, ao avaliar que a ação não contribui para melhorar a segurança no território israelense, de acordo com o porta-voz da Casa Branca, Ari Fleischer. No início da manhã, helicópteros israelenses lançaram mísseis contra Rantisi, ferindo-o na perna, matando um de seus seguranças e uma pessoa que passava por perto. Autoridades do serviço de segurança de Israel confirmaram que o ataque teve como alvo o líder do Hamas. Até o momento, as autoridades israelenses se recusaram a comentar publicamente a operação. O primeiro-ministro palestino, Mahmoud Abbas, classificou a ação como um ato terrorista e alertou que isto coloca em risco o processo de paz no Oriente Médio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.