EUA dão buscas em 18 empresas por envio de armas ao Irã

O governo federal americano anunciou nesta quinta-feira que 18 empresas americanas estão sendo investigadas sobre o envio de armas ao Irã, incluindo aviões de combate, mísseis e outras armas. Agentes do Escritório de Imigração e Alfândega e o Serviço de Defesa e Investigação Penal entregaram intimações judiciais aos diretores de sete dessas empresas, embora nenhuma detenção tenha sido ainda efetuada. As empresas podem ter violado a lei que controla a exportação de armas ao fornecerem material bélico à companhia Multicore Ltd., uma firma de fachada com sede em Londres que abastecia as forças armadas iranianas, segundo as autoridades americanas. Entre outros produtos, foram fornecidos mísseis Hawk, caças de combate F-14 Tomcat e F-4 Phantom, aviões de transporte C-130 Hércules e radares militares. A Multicore estava sendo investigada pelas autoridades britânicas e americanas desde 1999. Em dezembro de 2000, os agentes federais confiscaram milhares de peças de reposição para aviões e mísseis destinados ao Irã em um armazém da Multicore na cidade californiana de Bakersfield. As autoridades britânicas acharam material similar em Londres em maio de 2002. Dois homens relacionados com as peças encontradas na Califórnia se declararam culpados em 2001 de exportação ilegal de armamentos. Um terceiro homem está sendo processado na Grã-Bretanha pelo mesmo delito.

Agencia Estado,

10 Julho 2003 | 15h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.