EUA darão US$ 86 mi a forças do presidente palestino

O governo do presidente norte-americano, George W. Bush, disponibilizará US$ 86,4 milhões para reforçar as forças de segurança leais a Mahmoud Abbas, aumentando o envolvimento dos Estados Unidos na luta pelo poder entre o presidente palestino e o Hamas, mostraram documentos nesta sexta-feira. O conflito entre a facção Fatah, de Abbas, e o Hamas, o grupo à frente do governo palestino, se intensificou desde que as conversas para formar um governo de unidade nacional falharam. Abbas convocou eleições parlamentares e presidenciais antecipadamente e o Hamas o acusou de golpe. O dinheiro norte-americano será usado para "ajudar a Autoridade Palestina a cumprir seus compromissos...de desmontar a infra-estrutura do terrorismo e estabelecer a lei e a ordem na Cisjordânia e em Gaza", disse o documento dos EUA. O montante dará à guarda presidencial de Abbas treinamento e equipamento, incluindo veículos e uniformes, segundo pessoas familiares com o plano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.