EUA decidem precaver-se contra Ásia

Uma revisão estratégica confidencial do Pentágono prevê o Pacífico como a região mais importante para planejadores militares e defende o desenvolvimento de armas de longo alcance para se contrapor ao poder militar da China. A revisão conclui que as bases americanas no Pacífico se tornarão cada vez mais vulneráveis enquanto a China e outros adversários em potencial desenvolvem mísseis mais eficazes.O documento defende que o Exército americano se torne menos dependente de bases militares e coloque mais ênfase no confronto à distância. A revisão faz parte de um esforço do secretário de Defesa, Donald Rumsfeld, para transformar o Exército, uma mudança que poderá redirecionar o foco de planejamento militar dos Estados Unidos da Europa para a Ásia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.