EUA definem ''número 1'' para América Latina

WASHINGTON

, O Estado de S.Paulo

31 de maio de 2011 | 00h00

A embaixadora dos Estados Unidos na Tailândia, Kristie Kenney, deve ser a nova subsecretária de Estado para Assuntos Hemisféricos, disseram ontem fontes do governo americano. Ela deve substituir o diplomata Arturo Valenzuela, que deixará o cargo para se dedicar a projetos acadêmicos. Kristie, que já serviu em embaixadas na Argentina e no Equador, cuidará de assuntos relativos à América Latina.

A diplomata também já foi assessora do Departamento de Estado em questões como o combate ao tráfico internacional de drogas. Ela foi assessora da ex-secretária de Estado Madeleine Albright e trabalhou na transição entre o governo Bill Clinton e George W. Bush. A futura subsecretária é adepta das redes sociais. Ela tem mais de 18 mil seguidores no Twitter.

Estado-Maior. Ainda ontem, o presidente americano, Barack Obama, nomeou o comandante do Exército, general Martin Dempsey, como novo chefe do Estado-Maior das Forças Armadas. Ele substituirá o almirante Mike Mullen, que deixará o cargo em setembro.

"Dempsey é um dos generais mais respeitados e experientes do país", disse Obama, que também indicou o almirante James Winnefield como vice-comandante do Estado-Maior e o general Ray Odierno para o lugar de Dempsey.

As nomeações precisam ser ratificadas pelo Senado. No final de abril, o presidente indicou o diretor da CIA, León Panneta, para o Pentágono, para o lugar de Robert Gates, e o general David Petraeus para a agência / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.