EUA deixam de treinar afegãos

As forças dos EUA no Afeganistão suspenderam o programa de treinamento de soldados afegãos até a conclusão da investigação sobre possíveis vínculos entre recrutas afegãos e o Taleban, informou ontem o jornal The Washington Post. A decisão afeta cerca de mil militares afegãos, apenas uma pequena parcela do total. Os EUA e seus aliados esperam que as forças afegãs tomem o controle da segurança no país até o final de 2014. Autoridades da colizão afirmam que 25% dos ataques neste ano tiveram ligação com o Taleban. No sábado, dois ataques com carros-bomba deixaram 11 mortos no país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.