EUA desaprovam invasão da Turquia ao Iraque

O governo de Estados Unidos evitou comentar oficialmente na noite desta sexta-feira a invasão de tropas turcas no norte do Iraque. Apesar da negativa oficial, fontes militares criticaram o uso de "ações descoordenadas de unilaterais".Antes da invasão, o porta-voz do Departamento de Estado norte-americano, Richard Boucher, havia advertido a Turquia para que não cometesse "arbitrariedades". Para ele, qualquer ação militar deve ser coordenada pelos Estados Unidos.Ele havia pedido ao governo turco que evitasse ações para aumentar a tensão na fronteira turco-iraquiana, o que poderia atrapalhar ações humanitárias na região.O secretário de Estado, Colin Powell, também havia dito que os EUA não vêem justificativa para uma invasão de Turquia no país vizinho.Os EUA temem que um acirramento das tensões entre turcos e curdos, que vivem no norte do Iraque, prejudique o principal objetivo militar da campanha militar no Golfo Pérsico: capturar o presidente iraquiano Saddam Hussein, vivo ou morto. Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.