EUA desistem de pedir imunidade na ONU

Enfrentado oposição cerrada, os Estados Unidos desistiram de levar adiante um pedido de resolução das Nações Unidas que prorrogaria por mais um ano a imunidade concedida a militares do país contra processos internacionais por crimes de guerra. O embaixador interino dos EUA na ONU, James Cunningham, anunciou o recuo depois que os americanos falharam em conseguir até mesmo uma imunidade limitada por um último ano.?Os Estados Unidos decidiram não prosseguir com consideração e ação no texto neste momento, a fim de evitar um debate longo e divisivo?, disse Cunningham.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.