EUA desistem de restringir vôos em 11 de setembro

O governo dos Estados Unidos desistiu de impor uma restrição a vôos sobre partes do país de companhias aéreas controladas por empresas estrangeiras em 11 de setembro. Os órgãos reguladores federais haviam proposto limitar os vôos de aviões de carga e comerciais pertencentes às empresas estrangeiras em Nova York, Washington e no condado de Somerset, Pensilvânia e também estavam considerando a proibição de vôos de pequenos aviões e privados, partindo de Nova York, entre 11 e 13 de setembro. A Autoridade da Administração Federal de Aviação dos EUA não quis comentar. A Associação Internacional de Transporte Aéreo, que representa as companhias aéreas norte-americanas e estrangeiras, havia questionado o fato de as operadoras domésticas não estarem incluídas da proibição agora revogada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.