EUA detém 17 supostos membros da Al-Qaeda no Iraque

As tropas americanas anunciaram a detenção de 17 suspeitos de serem insurgentes no Iraque, durante buscas por integrantes da Al-Qaeda neste sábado, 28. A declaração veio um dia após o Pentágono ter anunciado a captura de um dos terroristas mais importantes da facção.Os EUA usaram aviões de caça para destruir caminhões-bomba descobertos na província de Anbar e conduziram buscas no sul de Bagdá que apreenderam armas de insurgentes, aparentemente importadas do Irã por insurgentes, segundo o exército americano.Autoridades americanas e iraquianas em Bagdá se recusaram a comentar sobre Abdul Hadi al-Iraqi, 46, capturado na sexta-feira enquanto ia ao Iraque, provavelmente enviado por líderes terroristas no Paquistão para assumir um importante cargo no Iraque.O grupo insurgente assumiu a responsabilidade por alguns dos ataques mais mortíferos no Iraque, incluindo o bombardeio do ano passado de uma mesquita xiita em Samarra, que desencadeou retaliação sectária.Após ficar detido pela CIA por meses, al-Iraqi foi levado à Guantánamo, de acordo com o Pentágono.O militante iraquiano é acusado de planejar ataques na fronteira entre Paquistão e Afeganistão contra tropas dos EUA, e de liderar uma tentativa de assassinato ao presidente do Paquistão, o general Pervez Musharraf, e autoridades americanas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.