Seth Robbins/AP
Seth Robbins/AP

EUA detêm mais de 22 mil menores imigrantes na fronteira em 8 meses

Número é 51% menor que no mesmo período do ano passado; maioria dos menores vem da Guatemala ou do México

O Estado de S. Paulo

11 de junho de 2015 | 09h05

WASHINGTON - Autoridades americanas detiveram nos últimos oito meses 22.869 menores desacompanhados na fronteira com o México, um número 51% menor que no mesmo período do ano passado, informou na quarta-feira 10 o Escritório de Alfândega e Proteção Fronteiriça.

Durante os mesmos oito meses do período anterior, correspondente ao período 2013-2014, em plena crise migratória, o número de menores desacompanhados apreendidos foi mais que o dobro, 46.858.

A maioria dos menores de 17 anos que tentaram cruzar a fronteira e entrar em solo americano nos últimos oito meses vem da América Central, principalmente da Guatemala (8.048), seguida por México (7.487), El Salvador (4.458) e Honduras (2.533).

O Escritório de Alfândega e Proteção Fronteiriça também publicou os números relativos às detenções de membros de unidades familiares, ou seja, aqueles que, sendo ou não menores de idade, tentaram atravessar a fronteira acompanhados por outro membro de sua família.

Entre 1.º de outubro de 2014 e 1.º de junho de 2015, 20.850 pessoas foram interceptadas enquanto tentavam atravessar a fronteira em companhia de um familiar, número 47% menor que no mesmo período de 2013-2014, quando foram detidas 39.113 pessoas.

No caso das famílias, a Guatemala também lidera a lista dos países de origem da maioria dos detidos com 6.914, seguida por Honduras (5.337), El Salvador (5.054) e México (2.882). /EFE

Tudo o que sabemos sobre:
EUAimigraçãoMéxicoGuatemala

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.