EUA detêm responsável do Exército Mehdi no Iraque

Exército não identifica preso, membro da milícia fiel a clérigo radical xiita

Efe

11 Julho 2007 | 09h39

Um responsável da milícia fiel ao clérigo radical xiita Moqtada al-Sadr, o Exército Mehdi, foi detido esta madrugada pelas tropas dos Estados Unidos, informou nesta quarta-feira, 11, o comando militar americano. O comunicado divulgado pelo Exército não identifica o detido, mas explica que a detenção aconteceu durante uma revista na casa do suspeito no sudoeste de Bagdá. "O detido é membro dos grupos especiais (de elite) pertencentes ao Exército Mehdi e é responsável por vários ataques contra as forças da coalizão e contra civis iraquianos", acrescenta a nota. Esta é a última de uma série de detenções de altos cargos da milícia e de estreitos colaboradores de Sadr. O clérigo radical se afasta cada vez mais do primeiro-ministro iraquiano, Nouri al-Maliki, que chegou a ter vários ministros ligados a Sadr em seu governo. Os EUA acusam os seguidores de Sadr de ter vínculos com o Irã, mais precisamente com a Guarda Revolucionária, assim como de tráfico de armas. Na semana passada, Maliki acusou a milícia de ser "sadamista" (seguidora de Saddam Hussein) e "Baathista" (do partido Baath, já dissolvido) e de ter sido recrutada pelo antigo regime para lutar contra o governo iraquiano e seus representantes. Os seguidores de Sadr responderam às acusações assegurando que o primeiro-ministro buscava simplesmente argumentos para eliminar a milícia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.