EUA devem ter recursos de longo prazo para guerras

As diretrizes orçamentárias dos Estados Unidos para 2010 preveem mais recursos de longo prazo para as guerras do país no Iraque e no Afeganistão. Além de uma suplementação orçamentária de US$ 75,5 bilhões para o atual exercício, o governo quer US$ 130 bilhões para o ano fiscal de 2010, que começa em outubro deste ano. Para a próxima década, as diretrizes de orçamento preveem US$ 50 bilhões por ano para os conflitos. Ao incluir esses recursos, a Casa Branca afirma estar sendo mais transparente do que o governo George W. Bush, que requisitava fundos para as guerras por apenas alguns anos adiante.A proposta também oferece detalhes sobre as prioridades da administração Barack Obama. O governo propõe US$ 1 bilhão por ano para o desenvolvimento de um programa de trens de alta velocidade para os Estados americanos, com a expectativa de gerar significativa renda com um programa de créditos de carbono. A previsão é de que esse programa financie US$ 150 bilhões em investimentos em energia limpa por um prazo de dez anos. As diretrizes também incluem um fundo de reserva de US$ 634 bilhões - financiado por elevação de impostos e cortes nos gastos - para o plano de Obama de reforma do sistema público de saúde, além de US$ 250 bilhões para estabilizar os mercados financeiros em caso de necessidade. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.