EUA diminuirão ataques de drones no Paquistão

A administração do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, vai diminuir programa de drones no Paquistão para atingir uma pequena lista de terroristas de alto nível e tem como objetivo acabar com os ataques durante o atual mandato do primeiro-ministro paquistanês, Nawaz Sharif, afirmaram os altos funcionários dos Estados Unidos aos seus homólogos do Paquistão.

Agência Estado

06 de fevereiro de 2014 | 08h37

A decisão reflete as objeções paquistanesas em relação aos ataques além das limitações logísticas da agência de espionagem no final deste ano, quando as tropas norte-americanas estão programadas para sair de vizinho Afeganistão.

Altos funcionários dos Estados Unidos afirmaram que as mudanças foram definidas ao longo dos últimos seis meses durante uma série de reuniões com autoridades paquistanesas. O objetivo da operação seria diminuir as tensões entre os dois países.

As mudanças, porém, ficaram aquém das demandas de Sharif, que pedia um congelamento imediato dos ataques aéreos. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAPaquistãodronesataques

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.