EUA dissolvem Exército e Guarda Nacional do Iraque

O administrador norte-americano no Iraque, Paul Bremer, anunciou nesta sexta-feira a dissolução do Exército iraquiano, dos ministérios da Informação e Segurança e da Guarda Republicana, tropa de elite do deposto governo do presidente Saddam Hussein.?A coalizão criará, no futuro, um novo Exército iraquiano. É o primeiro passo para criarmos uma força nacional de defesa para um Iraque livre?, afirmou um dos subordinados de Bremer.Um prazo não foi dado, mas os Estados Unidos já afirmaram que o novo Exército terá membros da Marinha, Força Aérea e do atual Exército iraquiano que não tinham ligação com o Partido Baath, de Saddam. Antes do início da guerra, o Exército iraquiano tinha cerca de 300 mil homens. A maioria deles fugiu durante os conflitos e poucos foram capturados pelas tropas da coalizão.A decisão acontece um dia depois do Conselho de Segurança das Nações Unidas ter aprovado o fim das sanções econômicas ao Iraque, que duravam 12 anos, e ter entregue o controle do Iraque aos Estados Unidos e Grã-Bretanha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.