EUA dizem não intervir em decisão de Israel sobre Irã

O vice-presidente dos EUA, Joe Biden, disse que o país não interferirá caso Israel decida empregar força militar para eliminar uma suposta ameaça nuclear do Irã, afirmando que os norte-americanos "não podem ditar para outro país soberano o que ele pode ou não fazer".

AE-AP, Agencia Estado

05 de julho de 2009 | 11h42

Biden, durante uma entrevista ao programa "This Week", da rede de televisão ABC, disse que Israel pode determinar sozinho "o que é de seu interesse e o que fazer em relação ao Irã ou qualquer um."

Israel vê o Irã como seu adversário mais perigoso. O presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, que recentemente conquistou uma disputada reeleição, defendeu repetidas vezes a extinção de Israel.

Israel e os EUA acusam o Irã de desenvolver armas atômicas sob o disfarce de um programa de energia nuclear. O Irã nega. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAIrãprograma nuclear

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.