EUA dizem que Afeganistão é maior aliado fora da Otan

A administração do presidente Barack Obama declarou neste sábado que o Afeganistão é o mais novo "principal aliado não-Otan" dos Estados Unidos. A ação pretende facilitar as cooperações na área de defesa, depois que tropas norte-americanas forem retiradas do país em 2014, conforme os termos da proposta de apoio de longo prazo.

AE/AP, Agência Estado

07 de julho de 2012 | 18h22

A secretária de Estado Hillary Clinton fez o anúncio neste sábado, pouco depois de chegar ao Afeganistão para se reunir com o presidente Hamid Karzai. "Vemos isso como um poderoso compromisso com o futuro do Afeganistão", disse, em conferência realizada no pátio do palácio presidencial, em Cabul. "Não estamos nem imaginando abandonar o Afeganistão."

Hillary insistiu que o progresso está chegando gradativamente ao Afeganistão, mas consistentemente, depois de décadas de conflitos. "A situação de segurança está mais estável", declarou a secretária de Estado. As forças afegãs "estão melhorando sua capacidade".

Em conferência, Karzai acolheu Hillary e agradeceu os Estados Unidos por seu contínuo apoio. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
AfeganistãoObamaHillary

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.