EUA dizem que ataque a escola da ONU é vergonhoso

Os Estados Unidos condenaram veementemente o ataque de Israel a uma escola da Organização das Nações Unidas (ONU) na Faixa de Gaza neste domingo, que matou 10 pessoas e deixou dezenas feridas. O governo dos EUA classificou o bombardeio como "vergonhoso", pouco depois de o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, ter chamado o ataque de "ultraje moral e ato criminoso". A escola abrigava cerca de 3 mil pessoas desalojadas no sul de Gaza.

AE, Estadão Conteúdo

03 de agosto de 2014 | 15h40

Segundo os EUA, a escola tinha sido designada como local protegido e as Forças de Defesa de Israel tinham sido informadas várias vezes sobre suas coordenadas.

A porta-voz do Departamento de Estado, Jen Psaki, disse que Israel deve se esforçar mais para "corresponder a seus próprios padrões e evitar vítimas civis". Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAISRAELGAZA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.