EUA dizem que atitude do Irã com a AIEA é ´decepcionante´

A Casa Branca demonstrou decepção na segunda-feira, 26, com a promessa do Irã de limitar a cooperação com a agência nuclear da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre seu programa nuclear. O Conselho de Segurança da ONU impôs sanções financeiras e de armas ao Irã no sábado devido à recusa do país em suspender a atividade nuclear. Importantes países ofereceram ao mesmo tempo novas negociações e uma oferta renovada de pacote de incentivo tecnológico e econômico. O Irã afirmou em resposta que suspenderia parcialmente a cooperação com a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) e afirmou que as sanções são ilegais. "Considerando que a comunidade internacional está unida em seu desejo de trabalhar com o Irã em uma solução, os comentários deles são decepcionantes", disse Gordon Johndroe, porta-voz do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca. Os Estados Unidos suspeitam que o Irã está tentando desenvolver uma arma nuclear, acusação que Teerã nega.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.