EUA dizem que ex-agente do FBI desapareceu no Irã

Os Estados Unidos entraram em contato com as autoridades do Irã para pedir informações sobre um cidadãoamericano que desapareceu há algumas semanas enquanto fazia uma viagem de negócios ao país. O porta-voz do Departamento de Estado, Sean McCormack, confirmou nesta segunda-feira, 2, que o governo americano entrou em contato com o Irã, "através do canal suíço", para perguntar às autoridades competentes se têmalguma informação sobre seu paradeiro. McCormack não deu detalhes sobre a identidade do desaparecido, mas confirmou que tinha viajado ao Irã por questões particulares. O FBI confirmou que o desaparecido trabalhou como agente da agência federal há alguns anos, e que lidava com questões relacionadas com o crime organizado. Em comunicado, o FBI afirma que não possui nenhum vínculo trabalhista com o homem, que não estava no Irã realizando nenhuma missão para o governo dos EUA. "Neste momento, tudo indica se tratar de um caso de uma pessoa desaparecida", afirma. McCormak disse ainda que não acredita que haja algum vínculo entre este desaparecimento e o incidente dos 15 militares britânicos detidos recentemente por forças iranianas. "Não vemos nenhuma ligação entre este caso e qualquer outro que possa estar na imprensa recentemente", afirmou o porta-voz.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.