EUA dizem que Macau desbloqueou contas da Coréia do Norte

O Departamento de Estado dos Estados Unidos disse nesta terça-feira, 10, que autoridades de Macau desbloquearam fundos de contas congeladas da Coréia do Norte no Banco Delta Asia e que Pyongyang poderia retirar o dinheiro. "Vou deixar as autoridades de Macau falarem como quiserem, mas o que importa é que eles desbloquearam essas contas e os donos autorizados das contas podem retirar os fundos deste banco", disse a repórteres o porta-voz do Departamento de Estado, Sean McCormack.Pyongyang se negava a desmantelar seu programa nuclear até dispor do dinheiro. Segundo o acordo assinado em 13 de fevereiro durante o diálogo de seis lados, em Pequim, a Coréia do Norte se comprometeu a fechar em 60 dias - até o próximo sábado - seu reator nuclear de Yongbyon em troca de ajuda energética procedente da Coréia do Sul, dos EUA, da China, do Japão e da Rússia.Fontes oficiais sul-coreanas citadas pela agência Yonhap tinham anunciado anteriormente que a Coréia do Norte poderia retirar a partir de amanhã os US$ 25 milhões congelados durante 19 meses no banco de Macau.O anúncio de Seul foi feito depois de uma reunião entre o máximo negociador americano no diálogo nuclear, Christopher Hill, e seu colega sul-coreano, Chun Yung-woo.Hill chegou nesta terça-feira a Seul, procedente de Tóquio, com o objetivo de solucionar o problema do BDA, às vésperas do fim do prazo fixado para que a Coréia do Norte desmantele suas instalações nucleares, no sábado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.