EUA e Armênia unem-se contra contrabando nuclear

Os Estados Unidos e a Armênia concordaram em cooperar contra o contrabando de materiais radioativos e nucleares. A secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, e o ministro do Exterior da Armênia, Edward Nalbandian, assinaram hoje um acordo, definido como um "plano comum de ação" que torna oficial a cooperação.O documento foi assinado no Departamento de Estado americano e estabelece um programa de 28 passos para aumentar a capacidade da Armênia em prevenir, detectar e reprimir tentativas de contrabandear material nuclear perigoso no país do Cáucaso.Em junho de 2003, autoridades na Geórgia, país vizinho à Armênia, detiveram um indivíduo que tentava contrabandear para a Armênia seis onças de urânio altamente enriquecido. Esse tipo de tráfico de material nuclear teve início após a desintegração da União Soviética em 1991.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.