EUA e Austrália temem atentados no sul das Filipinas

Austrália e Estados Unidos alertaram para a possibilidade de que grupos extremistas ligados à rede Al Qaeda cometam atentados terroristas no sul das Filipinas, especialmente nas ilhas de Mindanao e Jolo, nos próximos dias, informou a imprensa local.A embaixada dos EUA em Manila "foi informada de que um grupo terrorista pode estar planejando atentados com bomba em Mindanao central nos próximos dias", por isso recomendou aos americanos que evitem a região, segundo um comunicado emitido nesta sexta-feira, 20.A missão diplomática australiana anunciou que "fonte confiável informou recentemente que os terroristas podem estar em etapas avançadas no planejamento de atentados, que podem ocorrer a qualquer momento em Mindanao", segundo o site do canal "ABS-CBN".Na quinta-feira, sete trabalhadores filipinos seqüestrados na segunda-feira em Jolo foram decapitados. O grupo extremista Abu Sayaf exigia um resgate de 5 milhões de pesos (US$ 105 mil).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.