EUA e Canadá podem ajudar na retirada de brasileiros, diz Amorim

O Brasil poderá ser ajudado pelos governos dos Estados Unidos e Canadá para retirar os brasileiros do Líbano. O Chanceler Celso Amorim informou que o governo americano e o canadense ofereceram transportar em seus barcos e aviões, os brasileiros que ainda não conseguiram sair do Líbano.Segundo informações da Infraero o Boeing 707 da Força Aérea Brasileira (FAB) trazendo um grupo de 122 brasileiros que saíram do Líbano deveria chegar na manhã desta terça-feira, em Recife. A chegada em Cumbica, Guarulhos (SP), está prevista para as 16h15 e no Galeão, no Rio de Janeiro, às 18 horas.Amorim reconhece que é grande o número de brasileiros na região, sendo que em algumas cidades, o português é a segunda língua mais falada. O ministro não sabe dizer, entretanto, se todos que tem a nacionalidade brasileira vão querer retornar ao país. Amorim afirma que está avaliando as propostas do Canadá e Estados Unidos e que o consulado brasileiro em Beirute continuará a tentar ajudar os brasileiros a saírem do Líbano. "Estamos fazendo o possível", disse Amorim.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.