EUA e Canadá têm dia normal após o blecaute

Os oito Estados americanos e a província canadense de Ontário, afetados por um blecaute de mais de 24 horas na quinta e sexta-feira, retomaram suas atividades normalmente nesta segunda-feira. As autoridades nos dois países pediram à população que economize energia, porque o sistema ainda não está totalmente estabilizado, e o governo canadense convocou ao trabalho somente os funcionários públicos de serviços essenciais. A maioria dos 55 mil empregados do governo federam na capital do Canadá, Ottawa, ficou em casa.O presidente dos EUA, George W. Bush, pediu a seu secretário de energia, Spencer Abraham, que investigue e "descubra o quanto antes possível" as causas do blecaute e comece a reformar radicalmente a política energética do país, informou o porta-voz da Casa Branca, Scot McClellan.A empresa Firstenergy, operadora no Estado de Ohio, negou que o apagão tenha tido como causa provável falhas em três linhas de distribuição em sua área de atuação, como indicou a comissão binacional encarregada de investigar o acidente. A empresa reconhece ter tido problemas na quinta-feira, pouco antes do blecaute, mas argumenta que o ocorrido foi "muito mais complexo do que uma poucas linhas avariadas em nosso sistema."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.