EUA e Coréia do Norte discutem retomada de negociação

Os mais importantes negociadores nucleares representando a China, os EUA e a Coréia do Norte se encontraram nesta terça-feira, em razão dos novos esforços diplomáticos para a retomada das conversas de seis lados sobre o programa de armas atômicas da Coréia do Norte. O vice-ministro do Exterior da Coréia do Norte Kim Kye Gwan disse antes do início das conversas que o momento para a próxima rodada das conversas de seis lados sobre o programa nuclear de seu país "depende dos Estados Unidos". "Há muitas questões importantes", e os dois lados devem diminuir suas diferenças, disse Kim a repórteres ao chegar no aeroporto. Os negociadores ainda devem determinar a data exata da próxima rodada de negociações, que estão paradas há mais de um ano. As conversas na China também envolvem os EUA, a Coréia do Norte, o Japão, a Coréia do Sul e a Rússia. Kim se encontrou depois com o vice-ministro do Exterior da China Wu Dawei, e com o secretário-assistente de Estado dos EUA Christopher Hill, de acordo com a porta-voz do Ministério do Exterior Jiang Yu. Ela disse que as conversas incluem encontros bi e trilaterais entre os três delegados, mas não deu detalhes. "Esperamos que todos os lados possam aproveitar essa oportunidade dando uma abordagem flexível, pragmática e construtiva a fim de um início breve das conversas de seis lados", disse Jiang.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.