EUA e Coréia do Norte mantêm diálogo direto na China

Representantes dos EUA e da Coréia do Norte mantiveram nesta quarta-feira o primeiro diálogo direto entre os dois países em quatro meses, reunindo-se à parte de uma cúpula multinacional sobre o impasse criado pelo programa nuclear de Pyongyang.China, Coréia do Sul, Japão e Rússia participam das discussões formais. Depois da reunião oficial, o secretário-assistente de Estado dos Estados Unidos, James Kelly, e o vice-chanceler coreano, Kim Yong Il, sentaram-se à parte dos demais participantes e conversaram.?O lado americano fez comentários sobre aliviar as preocupações norte-coreanas com segurança?, disse We Sung-dak, diretor-geral do Escritório de Assuntos Norte-Americanos da chancelaria sul-coreana. ?Daquilo que os norte-coreanos disseram na reunião, pudemos entender que a Coréia do Norte está disposta a resolver a crise nuclear por meio do diálogo?.Representantes oficiais dos demais países confirmaram a conversa bilateral, mas Embaixada americana disse não ter maiores informações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.