EUA e Coréia do Sul "não tolerarão" arma atômica no Norte

O presidente dos EUA, George W. Bush, e o novo presidente da Coréia do Sul, Roh Moo-hyun concordaram que a Península Coreana deve continuar livre de armas nucleares, e que o impasse atual com a Coréia do Norte deve ser resolvido por meios pacíficos. Os dois presidentes emitiram uma nota conjunta onde afirmam que seus países ?não tolerarão? armas atômicas no Norte, e convidam outros países a participar das negociações.?Estamos progredindo no caminho de uma solução pacífica... no que diz respeito à Coréia do Norte?, disse Bush. O presidente Roh, que vinha pedindo aos Estados Unidos que não lançassem mão de sanções econômicas ou de ação militar contra Norte, disse que foi à reunião com Bush com ?preocupações e esperanças?, e que o líder americano havia dissipado as preocupações.?Uma escalada por parte da Coréia do Norte só levará a um maior isolamento e a uma situação mais desesperadora no Norte?, diz, ainda, a nota conjunta dos presidentes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.