EUA e Coréias voltam a debater questão nuclear

A Coréia do Sul ofereceu à Coréia do Norte uma compensação, que não foi especificada, pelo fim do programa nuclear do país vizinho. Já os EUA indicaram que não pretendem invadir a nação comunista, no início da retomada de conversações bilaterais sobre as ambições nucleares do governo de Pyongyang.O delegado norte-coreano, Kim Kye-gwan, não respondeu imediatamente à proposta de Seul - que pede um desmantelamento em três fases do programa nuclear - mas indicou que aceitará o que for mais benéfico para seu país, horas depois de Pyongyang exigir ajuda econômica e reconhecimento diplomático antes de acabar com seu programa nuclear."Os EUA desejam o desmantelamento total, verificável e irreversível dos programas nucleares da Coréia do Norte, tanto de plutônio como de urânio", disse o subsecretário adjunto de Estado, James Kelly, logo no início das conversações em Pequim entre Coréia do Norte, Coréia do Sul, Japão, China, Rússia e EUA.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.