EUA e Espanha chegam a acordo para limpar radioatividade em Palomares

Espanha e Estados Unidos chegaram a um acordo para eliminar a radioatividade no povoado agrícola de Palomares, no sudeste espanhol, 40 anos depois de duas bombas atômicas americanas terem atingido a região, informou a imprensa local neste domingo.O acordo para a limpeza da região foi fechado durante um encontro realizado em meados de setembro entre representantes do Departamento de Energia dos EUA e do Centro de Pesquisa Energética e Ambiental da Espanha, conhecido pelas iniciais Ciemat, informou o jornal madrileno El País.O acidente ocorreu na manhã de 17 de janeiro de 1966, quando um avião militar americano bateu em uma aeronave de reabastecimento sobre Palomares e soltou as quatro bombas de hidrogênio que transportava.Duas das bombas explodiram na ocasião, liberando material radioativo, inclusive plutônio, sobre uma extensa área. Uma terceira bomba caiu sem explodir e foi recuperada. A quarta caiu no Mar Mediterrâneo e foi recuperada intacta depois de alguns meses. Sete dos 11 tripulantes das aeronaves morreram no incidente. Não houve vítimas em terra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.