EUA e Filipinas assinam acordo militar

Os EUA e as Filipinas assinaram um acordo militar de 10 anos em uma negociação vista como um esforço de Washington para conter a expansão do domínio da China na região. O embaixador norte-americano Philip Goldberg e o Secretário da Defesa das Filipinas, Voltaire Gazmin, assinaram o acordo antes da visita do presidente Barack Obama, que desembarca hoje em Manila.

AE, Agência Estado

28 de abril de 2014 | 01h45

O acordo fornecerá acesso temporário a forças militares dos EUA a campos militares selecionados e permitirá que os norte-americanos posicionem jatos de combate e navios. Goldberg ressaltou que esse acordo promoverá paz e segurança na região e permitirá que as forças dos EUA e das Filipinas respondam mais rapidamente a desastres e outras contingências.

O tamanho e a duração dessa presença deve ser trabalhada em conjunto com o governo das Filipinas, disse Evan Medeiros, diretor sênior para assuntos asiáticos no Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca.

A presença de tropas estrangeiras é um assunto sensível nas Filipinas, uma ex-colônia norte-americana. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Euafilipinasmilitar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.